E os dinossauros?

Por <b>Rodrigo Silva</b>

Por Rodrigo Silva

Arqueólogo

Desde sempre, a relação entre a existência dos dinossauros e o relato da criação no livro de Gênesis tem sido um mistério intrigante. O que a Bíblia tem a dizer sobre essas criaturas fascinantes?

dinossauros
Leia até o final para assistir um vídeo sobre o tema | Imagem: Stable Diffusion Online

Descobrindo os antigos gigantes

 

No século XVIII, um grupo de cientistas começou a investigar fósseis petrificados de animais que, à primeira vista, pareciam pertencer a uma era distante e extinta. Por muito tempo, esses fósseis haviam sido ignorados, considerados ossos de dragões e criaturas mitológicas. No entanto, o advento da geologia moderna deu destaque a esses achados, provocando o interesse de teólogos e biólogos.

 

Pioneiros da Paleontologia 

 

Durante essa época, cientistas renomados, como Georges Cuvier e James Hutton, começaram a questionar a origem desses fósseis e a lançar as bases da paleontologia. A classificação de seres vivos também ganhou destaque, e nomes como Georges Cuvier e George-Louis Leclerc, o Conde de Buffon, introduziram a taxonomia, que ainda é usada por biólogos em todo o mundo. 

 

“Dinossauros”

 

Foi em meados do século XIX que o termo “dinossauro” entrou em cena. Em 1841, o pesquisador Richard Owen introduziu essa denominação, derivando-a das palavras gregas “deinos” (assustador) e “sauros” (lagarto). Essa nomenclatura foi criada para descrever as criaturas extintas que começaram a ser estudadas pela paleontologia.

 

Conflitos teológicos

 

No entanto, essas descobertas não passaram sem conflitos, especialmente no âmbito teológico. A visão predominante naquela época, que Deus criou todas as espécies no Éden e que essas espécies deveriam permanecer inalteradas desde a criação, colidia com a ideia de extinção. Para muitos, a extinção de qualquer criatura criada por Deus seria inaceitável e vista como uma derrota para Deus e uma vitória para Satanás. 

 

Conceito de espécie

 

No contexto bíblico, a palavra “espécie” é frequentemente usada por Moisés, com a palavra hebraica “min”. No entanto, o conceito de espécie na biologia moderna não se encaixa perfeitamente nas escrituras. A definição biológica de espécie envolve populações naturais capazes de reprodução entre si, gerando descendentes férteis. No entanto, a aplicação desse conceito à Bíblia gera debates e interpretações variadas.

 

Bíblia e Ciência

 

A palavra hebraica “min” usada na Bíblia sugere uma ideia semelhante à definição biológica de espécie. Isso abre espaço para a compreensão de que algumas espécies criadas por Deus podem ter passado por modificações ao longo do tempo.

 

O mistério dos dinossauros à luz da Bíblia continua a intrigar e gerar debates apaixonados. Essa é apenas uma parte da grande discussão que envolve esse tema. 

 

Se você tem curiosidades sobre essa temática, e quer se aprofundar mais nessa explicação, confira o conteúdo completo clicando no link abaixo!

Assistir vídeo: E os dinossauros?

e os dinossauros

Aprenda mais sobre a Bíblia

Por aqui, não há limites para se aprofundar nas Escrituras Sagradas. Inscreva-se abaixo para receber conteúdos sobre a Bíblia, a Arqueologia e muito mais.

Uma resposta

  1. Boa noite ! Recebi uma mensagem que amanhã encerra minha assinatura. Gostaria de fazer assinatura vitalícia . Já havia solicitado quando fiz a assinatura atual . No aguardo .grata . Denise

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ CONTEÚDO
parábola das dez virgens
Devocional
Equipe Rodrigo Silva
A parábola das Dez Virgens

A parábola das Dez Virgens é uma das mais cativantes e significativas histórias contadas por Jesus. Encontrada no Evangelho de Mateus, esta parábola oferece lições

Ler mais »
templo de Jerusalém
Arqueologia Bíblica
Equipe Rodrigo Silva
O Templo de Jerusalém

Do Monte das Oliveiras, a visão do pátio do templo repleto de pessoas em atividade era impressionante para Jesus. Apesar das ações do povo no

Ler mais »