Como era Jerusalém nos tempos de Jesus?

Por <b>Rodrigo Silva</b>

Por Rodrigo Silva

Arqueólogo

Muitos não sabem, mas Jerusalém foi e é de extrema importância para os judeus por abrigar o Templo, sendo ele a construção mais importante da cidade. Esse templo era o lugar onde os judeus ofereciam seus sacrifícios e orações a Deus, e onde era lido e ensinado os Escritos bíblicos da Torá e dos profetas. Por isso, iremos mostrar no texto como era Jerusalém nos tempos de Jesus.

 

Além disso, a cidade de Jerusalém era o local da antiga capital do Reino de Judá, sendo também o símbolo de unidade do povo judeu. Fique atento ao que iremos apresentar a você nesse texto sobre a era Jerusalém nos tempos de Jesus.

 

Origem e arqueologia

Jerusalém é considerada uma das cidades mais antigas do planeta, tendo sido fundada no ano de 1004 A.C. Entretanto, os resultados de escavações arqueológicas indicam que a cidade é ainda mais antiga e que os primeiros assentamentos datam do milênio V a.C. Embora a maioria dos objetos de cerâmica em exibição nos museus de Jerusalém sejam de tribos hebraicas de Canaã, alguns historiadores tendem a acreditar que os primeiros habitantes da cidade foram os jebuseus, que nomearam a cidade como Jebus. Em 1925 ocorreu a primeira referência à cidade de Jerusalém, descoberta no Egito. Essa referência foi encontrada em vasos egípcios que mencionaram Jerusalém como Rushalimum, como parte de um ritual de maldição contra a cidade. Segundo Karen Armstrong, o nome Rushalimum sugere a influência da religião síria sobre Jerusalém, apesar da influência egípcia sobre os cananeus que habitavam a região. O termo significa “Shalem fundou”, sendo Shalem um dos principais deuses da mitologia cananeia.

 

Como era Jerusalém nos tempos de Jesus. | Foto: Pixabay

Contexto político de Jerusalém

Em 63 A.C, os romanos conquistaram a Judéia, comandados pelo general Pompeu e estabeleceram um reino semiautônomo, mantendo as autoridades locais. Quando o rei Herodes faleceu, seus três filhos assumiram e dividiram entre si o poder. Arquelau governou Judéia, Samaria e Iduméia, mas foi deposto devido à sua brutalidade, e seu reino foi convertido em província sob o domínio de um governador romano – na época de Jesus, Pôncio Pilatos. Jerusalém era a principal cidade da Judéia, com 25 mil habitantes e atraindo 100 mil peregrinos em festas como a Páscoa. O templo, um grandioso edifício que ocupava um quinto da cidade, era o centro do judaísmo e Roma era grande potência política e econômica nessa época.

 

Os romanos mantinham o domínio sobre as províncias do império através de um controle rigoroso, inclusive cobrando impostos de todas as nações subjugadas. Para assegurar o recebimento desses impostos, eram realizados recenseamentos frequentes nas províncias, com o objetivo de medir o crescimento populacional. O recenseamento no período em que Cristo nasceu teve essa finalidade, como descrito em Lc 2, 1-7. A representação dos imperadores nas províncias era feita pelos procuradores romanos, sendo que Pôncio Pilatos ocupava essa posição durante a época em que Jesus Cristo foi morto. Pilatos residia em Cesaréia e ia a Jerusalém apenas durante as grandes festas para cuidar da segurança da população.

 

Idioma em Jerusalém

Na Palestina, haviam três idiomas amplamente utilizados com diferentes propósitos, o aramaico era aprendido desde a infância e usado no dia a dia e em família, e é provável que Jesus pregasse nessa língua, dada a estrutura das frases e seu vocabulário. O hebraico, idioma litúrgico judaico, era ensinado na escola da sinagoga, onde as crianças estudavam as escrituras, e Jesus o conhecia bem devido a seu conhecimento dos textos da Torá. O grego era a língua franca do Império Romano e permitia a comunicação com pessoas de todas as regiões, sendo usado em documentos e contratos legais. Provavelmente, foi a língua que Jesus usou para se comunicar com Pilatos. Os pais queriam que seus filhos aprendessem grego para subir na vida.

 

Devemos ficar com o principal, que é o fato de Jesus ser etnicamente judeu, e sendo Deus-Homem, um homem comum, humilde e obediente ao Pai, e sendo reconhecido por isso.

 

Na Palestina, o órgão político mais significativo era o Sinédrio, que se assemelhava a um senado, composto por 71 membros liderados por um sumo-sacerdote. A responsabilidade desse órgão era garantir a aplicação da lei, preservar a vida dos judeus e manter a ordem interna. Naquela época, havia vários partidos político-religiosos que competiam pelo domínio da população, cada um com suas crenças e ideologias. Os partidos mais expressivos eram os saduceus, fariseus, essênios e zelotes, todos com uma forte ênfase religiosa, diferenciando-se nas suas práticas. Assim como na atualidade, cada partido lutava por manter a sua influência sobre o povo.

 

Trabalhos e economia em Jerusalém

Na Galileia, a maioria das pessoas dependia da agricultura para sustento, vivendo em povoados e cultivando em média sete hectares de terra para plantio de grãos, oliveiras, legumes e vinhas. A apicultura e a pesca eram outras atividades importantes, com a produção de mel e a pesca de peixes contribuindo para a economia local. Outros ofícios, como pastoreio, ferreiros, oleiros, tecelões, marceneiros, pedreiros e curtidores, eram transmitidos de pai para filho e tinham um papel essencial na sociedade. As classes sociais variam desde a nobreza sacerdotal e altos funcionários, latifundiários e grandes comerciantes na classe alta, até pequenos proprietários rurais, artesãos e comerciantes na classe média, escravos e jornaleiros que trabalhavam nas terras de outras pessoas na classe inferior. É importante destacar que, devido ao valor dos pomares, era comum que as árvores frutíferas fossem vigiadas devido ao risco de roubo.

 

A Jerusalém que Jesus conheceu

 

Se você gostou desse conteúdo sobre como era Jerusalém nos tempos de Jesus e está interessado em estudar e conhecer melhor a palavra de Deus com contextos históricos e arqueologia, eu posso te ensinar como, e conduzir você de forma mais próxima através do curso “A Bíblia Comentada com Rodrigo Silva“. Com esse curso, você poderá participar de aulas semanais comigo e professores convidados, e aprender mais sobre o contexto bíblico e como estudar a Bíblia. Já existem mais de 100 aulas disponíveis na plataforma, com uma metodologia desenvolvida por mim, para ajudar você a crescer espiritualmente e em conhecimento, para que possa não apenas conhecer, mas também compartilhar com segurança aquilo em que acredita.

Aprenda mais sobre a Bíblia

Por aqui, não há limites para se aprofundar nas Escrituras Sagradas. Inscreva-se abaixo para receber conteúdos sobre a Bíblia, a Arqueologia e muito mais.

46 respostas

  1. Olá Professor, em maio por conta do aniversário do meu filho primogênito, meu presente pra ele foi o curso da Bíblia comentada. Estamos estudando juntos, está sendo uma jornada maravilhosa, estamos combinando de visitar o MAB, e talvez conhecê-lo pessoalmente, quem sabe teremos sorte de quando formos nos encontramos, gostaria muito.

  2. Gosto muito de ler ,principalmente a Bíblia que estudo todos os dias,a lição da escola sabatina e meditação também,sempre gostei de história ,geografia ,ciência são as minhas disciplinas favoritas .

  3. que bom termos mas um estudo da palavra de Deus afim de podermos aprofundar na palavra.obrigado pelo vosso esforço e muitas pessoas tem aprendido sobre o nosso Deus.

  4. Tenho muita cede de a prender sobre nosso Salvador Jesus Cristo sobre o Espírito Santo de Deus e sobre nosso aba pai …com esses estudo sem contar com essa sabedoria que Deus deu ao nosso irmão em cristo Rodrigo Silva muito bom que Deus meu irmão continue te usando pra ensinar sobre Jesus cristo pra todos aqueles que tem cede de aprender agradeço a Deus pela sua vida meu irmão que Deus te abençoe sua casa sua família e seu ministério em nome de Jesus Cristo.

  5. Excelente Dr Rodrigo, eu e minha esposa somos adventista há 23 anos e recebemos os estudos bíblicos apresentados pela tv novo tempo.

  6. Gostaria de receber os conteúdos da Bíblia. Eu sou leitor da Bíblia, e quanto mais leio, mais eu quero ler. Aliás, quanto mais se manuseia a Bíblia, mais aromas ela desprende. Lutero escreveu algo semelhante, pois sou luterano. Obrigado a atenção.

  7. Boa noite! Sou seu fã e seguidor. Deus abençoe sempre sua vida e que vc continue a nos ensinar mais sobre a bíblia sagrada.

  8. Amo ler a Bíblia e faço isso todos os dias desde que me batizei em 1979, e, leio também os escritos de Ellen White. Gostaria de fazer esse curso, só que não posso, pois sou aposentado e ganho apenas salário mínimo. Então fico só no desejo de fazê-lo, mas não posso. Um abraço e que DEUS continue abençoando a sua vida!

  9. Ola, Meu nome é Márcia e moro na Califórnia. Estou bastante animada para aprender e conhecer mais sobre a história arqueológico de Jerusalém. Também gostaria de conhecer um dia Jerusalém.

  10. Estou aproveitando aqui para tirar uma dúvida que vi numa reportagem de 11.07.2023 sobre “Quem era a divindade Asherah, a esposa de Deus” – G1 da Globo, informando que Asherah era a esposa de Javé. Isso é verdade? não era a esposa de Baal? Gostaria de mais explicações sobre essa reportagem.

  11. Maravilhoso estudo professor Rodrigo. Eu , na condição de lider(ancião) local em minha igreja (IASD Fortaleza,CE) acredito que estarei me capacitando mais ainda para poder pastorear a igreja do Deus vivo.

  12. Quando leio essas magníficas descobertas, é como se eu estivesse lá vendo tudo isso muito bom, muito espiritual isso,gosto muito do seu trabalho, que Deus abençoe sempre 🙏

  13. O PASTOR É UM HOMEM DE DEUS. O SENHOR VAI TE SUSTENTAR ATÉ A VINDA DELE E O PASTOR VAI FALAR COMO PAULO GUARDEI A FÉ. EU CREIO. LOUVO AO SENHOR PELA SUA VIDA. QUE O SENHOR TE ABENÇOE GRANDEMENTE.

  14. É fantástico o quanto aprendemos através do irmão em Cristo Rodrigo Silva. Seja através dos vídeos no Youtube, nos e-mails informativos ou por qualquer outro meio de comunicação o irmão Rodrigo nos motiva a ler, pesquisar e estudar cada vez mais a palavra pela qual professamos nossa fé. Que Deus continue o abençoando e nos abençoando através de ti irmão Rodrigo. Paz seja contigo e sua equipe!

  15. Bom Dia Rodrigo,

    Admiro muito sua pessoa , seu trabalho, estudos e as pregações,
    Estive internada ha 6 anos atras, e o Pastor Dax, (Adventista Brooklin)me batizou. hoje sai da depressão e
    caminho mais perto de Jesus.

    Pergunto: Como ter o A Bíblia Comentada, onde ja assino , vitalício?
    Deus abençoe voce, sua esposa e toda sua equipe,

  16. Conteúdo suma importância, inicie pela segunda vez a leitura da Bíblia e, tenho acompanhado Rodrigo Silva nas redes sociais, onde vem sanando as minhas dúvidas. Tenho desejo de adquirir blibia comentada, mas no momento não possuo condição financeira, quem sabe no futuro próximo. Tenho sonho de conhecer Israel, mas tudo no tempo de Deus. Shalom Adonai!

    1. Realmente, Flávio, tudo tem o seu tempo! Por enquanto, continue acompanhando o nosso blog para ter acesso a mais conteúdos como esse. Em breve teremos mais conteúdos aprofundados e gratuitos 🙂

  17. Sou aluna da Bíblia comentada com Rodrigo Silva, só que recebi as aulas apenas até Malaquias. Não sei por qual motivo, não me enviam mais aulas. Fiquei triste

    1. Olá Varlene, tudo bem? Nossos novos conteúdos são postados todas às quartas-feiras. Espero que você goste da aula que postamos ontem 🙂 Se tiver qualquer dúvida, você pode entrar em contato com a nossa equipe através do link https://wa.link/5sad10 ou do nosso telefone: 19 98185-1583

  18. Boa noite.
    Quando vou lendo suas postagens de estudo histórico arqueológico, meus pensamentos se voltam para aquela época, parece que estou vendo os acontecimentos.
    Fico agradecido por me proporcionar estes momentos.
    Quero sim adquirir A Biblia Comentada.

    1. Ficamos muito felizes com o seu comentário, Roberto. Como é bom estudarmos juntos a palavra de Deus! Para adquirir o curso A Bíblia Comentada com Rodrigo Silva você pode entrar em contato com a nossa equipe através do link https://wa.link/5sad10 ou do nosso telefone: 19 98185-1583

  19. Excelente vídeo com exposições ricas de informações milenares bíblicas bem como da tradição judaica. Jerusalém é a cidade que fascina a todos e quem a vê fica preso nela. Grata a Deus por ter colocado em nossas vidas o mestre Rodrigo Silva que, com muito amor, nos conduz aos livros sacros somando com arqueologia e história. Muito a aprender ainda! Parabéns.

  20. Não me canso de assistir esses vídeos de Israel. Muito bem elaborado, perfeito, como tudo que o Dr. Rodrigo faz.
    Deus abençoe.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ CONTEÚDO
Salmos 100
Devocional
Equipe Rodrigo Silva
Salmos 100

A adoração a Deus não deve ser feita por obrigação e sim por reconhecimento e gratidão as obras que Ele tem feito em nossas vidas.

Ler mais »
jerusalém
Arqueologia Bíblica
Equipe Rodrigo Silva
Vamos passear em Jerusalém?

Você já visitou Jerusalém? Tem esse desejo? No meu canal, Rodrigo Silva Arqueologia, tenho um tour especial para você que tem esse sonho, vou levá-los

Ler mais »
eliezer
Devocional
Equipe Rodrigo Silva
Eliezer e a resposta de Deus

No capítulo 24 do livro de Gênesis, somos apresentados a uma jornada significativa na vida de Abraão, marcada pela busca de uma esposa para seu

Ler mais »
dopamina
Novidades
Equipe Rodrigo Silva
Dopamina e Fé

Está disponível mais um vídeo no canal do Youtube, com nossa conversa semanal sobre diversos temas que envolvem a Bíblia, teologia, religião, arqueologia e muito

Ler mais »
mistério
Dúvidas Bíblicas
Equipe Rodrigo Silva
O Maior Mistério da Humanidade

Qual é o maior mistério:   Por que fazemos as escolhas que fazemos?   Estamos predestinados e nosso futuro já está escrito?   Todos temos

Ler mais »
louvor
Devocional
Equipe Rodrigo Silva
Salmo 150: o poder do louvor

O Salmo 150 é uma composição poética que nos convida a refletir sobre o significado do louvor a Deus. Em suas seis curtas estrofes, o

Ler mais »