As pedras do templo em Jerusalém

Por <b>Rodrigo Silva</b>

Por Rodrigo Silva

Arqueólogo

Você sabia que as antigas pedras do Templo de Jerusalém têm muito a nos contar sobre a história bíblica? Vamos embarcar em uma jornada fascinante com o programa Evidências para explorar essas narrativas arqueológicas.

pedras

As pedras e Jesus

 

As pedras que vemos hoje em Jerusalém talvez tenham sido recicladas pelos muçulmanos, mas algumas delas estavam lá nos dias de Jesus. Foi sobre estas pedras que Jesus chorou por Jerusalém e profetizou que não ficaria pedra sobre pedra. Ele também disse que, mesmo que os filhos se calassem, as próprias pedras clamariam. Essas pedras são testemunhas silenciosas de eventos bíblicos significativos.

 

Estamos acompanhados do famoso historiador Almeron, que nos ajuda a entender melhor esta visita arqueológica. Ele explica que muitas das pedras do Templo foram reutilizadas ao longo dos séculos. Algumas pedras são do período herodiano, reconhecíveis por suas características arquitetônicas específicas.

 

As pedras inacabadas

 

Algumas pedras parecem não ter sido acabadas. Por que isso aconteceu? Almeron sugere que essas pedras poderiam ter sido usadas para prática de jovens estudantes aprendendo a trabalhar com pedras. Elas podem ter sido preparadas para o Templo, mas não utilizadas, deixando-nos com um mistério intrigante.

 

Influência romana

 

Herodes, o Grande, adotou muitos estilos arquitetônicos romanos para suas construções. Embora tenha tentado agradar tanto aos judeus quanto aos romanos, ele não era popular entre nenhum dos lados. As pedras herodianas refletem essa mistura de influências culturais, uma característica interessante da história judaica da época.

 

A relação com a cultura romana

 

A relação entre os judeus e os romanos era complexa. Inicialmente, os romanos eram aliados dos judeus asmoneus, ajudando-os em disputas internas. No entanto, com o tempo, os romanos se tornaram dominadores, destruindo o Templo no ano 70 d.C. A influência romana é visível nas técnicas de construção e estilos adotados pelos judeus.

Chegada do Shabat

 

No topo do Monte do Templo, uma trombeta era tocada para anunciar o início do Shabat, uma prática que continua hoje com sirenes nas áreas religiosas de Jerusalém. A inscrição original da “Casa de Trombetas” está no Museu de Israel, mas uma cópia pode ser vista no local.

 

O impacto dos peregrinos

 

Durante as grandes festas judaicas, Jerusalém ficava repleta de peregrinos. Estima-se que entre 60 a 100 mil pessoas vinham à cidade, tornando-a um dos maiores centros religiosos do Império Romano. A grandiosidade do Templo era uma visão impressionante para esses peregrinos.

 

Os peregrinos que vinham de longe trocavam dinheiro e compravam sacrifícios nas lojas próximas ao Templo. Essas atividades comerciais eram essenciais para a prática religiosa, embora Jesus tenha criticado a corrupção associada a elas.

 

 A história continua

 

Jerusalém continua a ser um importante centro religioso, atraindo peregrinos de todo o mundo. A tradição de visitar a cidade durante festas sagradas permanece viva, conectando o presente ao passado de forma impressionante.

 

Assista ao vídeo para se aprofundar ainda mais nessa história!

Aprenda mais sobre a Bíblia

Por aqui, não há limites para se aprofundar nas Escrituras Sagradas. Inscreva-se abaixo para receber conteúdos sobre a Bíblia, a Arqueologia e muito mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ CONTEÚDO
sidom
Arqueologia Bíblica
Equipe Rodrigo Silva
A trágica história de Sidom

Sidom, um nome sinônimo de força e fortaleza, possui um passado marcante que se entrelaça com o tecido das antigas profecias e as lutas políticas

Ler mais »
débora
Devocional
Equipe Rodrigo Silva
Débora: uma juíza na Bíblia

Existem muitas mulheres fortes e exemplares na Bíblia. Nesse texto vamos explorar a história de Débora, uma juíza corajosa e inspiradora mencionada no livro de

Ler mais »
templo de Jerusalém
Arqueologia Bíblica
Equipe Rodrigo Silva
O Templo de Jerusalém

Do Monte das Oliveiras, a visão do pátio do templo repleto de pessoas em atividade era impressionante para Jesus. Apesar das ações do povo no

Ler mais »
parábola das dez virgens
Devocional
Equipe Rodrigo Silva
A parábola das Dez Virgens

A parábola das Dez Virgens é uma das mais cativantes e significativas histórias contadas por Jesus. Encontrada no Evangelho de Mateus, esta parábola oferece lições

Ler mais »
sinagoga
Arqueologia Bíblica
Equipe Rodrigo Silva
A Sinagoga onde Jesus Pregou

A história da sinagoga onde Jesus pregou é fascinante e cheia de descobertas arqueológicas emocionantes. Vamos explorar mais sobre esse local sagrado que desempenhou um

Ler mais »