A Bíblia e o Antigo Egito

Por <b>Rodrigo Silva</b>

Por Rodrigo Silva

Arqueólogo

Estamos de volta para o nosso bate-papo semanal sobre Bíblia, teologia, religião e arqueologia. Hoje, tenho um tema muito interessante para tratar com vocês: a relação entre a Bíblia e o Antigo Egito. Vou compartilhar um pouquinho sobre o meu último livro, “A Bíblia e o Egito Antigo”. Fique comigo até o final para saber como você pode ganhar um exemplar autografado, que será enviado para sua casa em qualquer lugar do Brasil. 

 

Contextualizando o Egito Antigo

 

O Egito sempre foi o celeiro do Oriente, atraindo povos de todas as partes devido à sua fertilidade proporcionada pelo Rio Nilo. Esse rio era vital para a agricultura e a vida no Egito, tornando a terra ao seu redor extremamente fértil, em contraste com o vasto deserto que compunha a maior parte do país.

 

 A influência dos Hicsos

 

Durante um período, o Egito foi dominado pelos hicsos, um povo semita que migrou para a região e acabou assumindo o poder. José do Egito, figura central na Bíblia, provavelmente viveu durante a era dos hicsos, o que explica sua ascensão a um posto de grande influência, já que tanto ele quanto os hicsos eram semitas.

 

Faraós e a cronologia do Êxodo

 

Um dos pontos mais debatidos é a cronologia do Êxodo. Muitos acreditam que Ramsés II foi o faraó do Êxodo, mas evidências sugerem que Tutmés III, um faraó da 18ª dinastia, é um candidato mais provável. Diversas passagens bíblicas, quando analisadas em conjunto com evidências arqueológicas, apontam para um período bem anterior ao reinado de Ramsés II.

 

Evidências arqueológicas

 

Diversas descobertas arqueológicas suportam os relatos bíblicos. O papiro de Ipuwer, por exemplo, descreve catástrofes que se assemelham às pragas mencionadas na Bíblia. Além disso, as múmias da 18ª dinastia apresentam peculiaridades que correspondem às descrições bíblicas de práticas e crenças egípcias.

 

Significado das pragas

 

Cada uma das pragas do Egito pode ser vista como um desafio aos deuses egípcios, demonstrando o poder do Deus de Israel sobre os deuses do Egito. Esse tema é amplamente explorado no meu livro, oferecendo uma visão profunda sobre como essas narrativas se desenvolvem.

Assista a live completa clicando no vídeo abaixo, e saiba como ganhar o seu livro “A Bíblia e o Antigo Egito” clicando aqui!

Aprenda mais sobre a Bíblia

Por aqui, não há limites para se aprofundar nas Escrituras Sagradas. Inscreva-se abaixo para receber conteúdos sobre a Bíblia, a Arqueologia e muito mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ CONTEÚDO
Davi e Jônatas
Devocional
Equipe Rodrigo Silva
A amizade de Davi e Jônatas

Entre as muitas histórias da Bíblia, a amizade entre Davi e Jônatas destaca-se por seu profundo impacto emocional e moral. Eles não eram apenas amigos;

Ler mais »
templo de Jerusalém
Arqueologia Bíblica
Equipe Rodrigo Silva
O Templo de Jerusalém

Do Monte das Oliveiras, a visão do pátio do templo repleto de pessoas em atividade era impressionante para Jesus. Apesar das ações do povo no

Ler mais »
evangelhos
Dúvidas Bíblicas
Equipe Rodrigo Silva
Os Evangelhos

O Novo Testamento relata a vida de Jesus nessa terra, bem como o papel dos discípulos após Ele ter voltado ao Céu. Vamos explorar nesse

Ler mais »
cafarnaum
Arqueologia Bíblica
Equipe Rodrigo Silva
Cafarnaum: O Endereço de Jesus

No início de Seu ministério público, Jesus fez uma mudança significativa em sua residência, deixando Nazaré para viver em Cafarnaum. Essa transição é marcada pelo

Ler mais »
apocalipse
Devocional
Equipe Rodrigo Silva
O Significado de Apocalipse 16

Apocalipse, o último livro da Bíblia, está repleto de visões e profecias que têm intrigado e inspirado cristãos por séculos. Um dos trechos mais comentados

Ler mais »
historicidade
Arqueologia Bíblica
Equipe Rodrigo Silva
A historicidade dos Evangelhos

O tema da historicidade dos Evangelhos é vasto e complexo, podendo facilmente preencher páginas e páginas de discussão. Aqui, vamos abordar um argumento essencial para

Ler mais »