Onde fica o Monte Sinai

Por <b>Rodrigo Silva</b>

Por Rodrigo Silva

Arqueólogo

O Monte Sinai é um lugar marcante na história bíblica, conhecido por ser o lugar onde Moisés recebeu as Tábuas da Lei. Localizado na Península de Sinai, no Egito, é considerado sagrado pelas religiões judaica e islâmica também. Com uma altitude de 2285 metros, o monte é composto por um pico de granito, sendo cercado por desertos montanhosos e recifes de corais. Nessa matéria, abordarei sobre onde fica o Monte Sinai e quais são suas características.

 

O Monte Sinai. | Foto: Freepik.

 

O Monte Sinai

O Monte Sinai também é um importante ponto turístico, atraindo milhares de visitantes anualmente para sua beleza natural e sua riqueza histórica. A caminhada até o cume é um desafio físico, mas a vista espetacular no topo vale a pena.

 

O que fazer ao visitar Monte Sinai 

Uma das principais atividades para quem visita o Monte Sinai é a trilha até o topo do monte para ver o nascer do Sol. A trilha é composta por 6 quilômetros de subida leve, que pode ser feita a camelo ou a pé, e mais 750 degraus que precisam ser percorridos andando até chegar ao topo. Ao final da trilha, é possível apreciar uma paisagem deslumbrante despontando das montanhas e conhecer a Capela da Santíssima Trindade. A chegada ao topo do monte também pode ser feita pela escadaria conhecida como Caminho de Moisés, composta por mais de 3 mil degraus, sendo uma caminhada que pode ser feita em menos tempo, mas é mais difícil de ser realizada.

 

Monastério de Santa Catarina 

Outra atividade imperdível é a visita ao Monastério de Santa Catarina. Construído por volta do ano 530 d.C. por ordem do imperador bizantino Justiniano, o Mosteiro de Santa Catarina, localizado na Península do Sinai, na entrada de um desfiladeiro ao pé do Monte Sinai, é considerado o mais antigo mosteiro cristão ainda em funcionamento no mundo. A moderna cidade de St. Catherine, no Egito, está localizada a uma altitude de 1550 metros e o mosteiro é greco-ortodoxo e é um Patrimônio Mundial da UNESCO. Em 1971, um incêndio devastador no mosteiro levou à descoberta de 1100 manuscritos, incluindo um palimpsesto manuscrito com um roteiro desconhecido dos caucasianos-albaneses.

 

A península do Sinai é acessível por duas rotas principais para o cume: uma é a mais longa e rasa, Siket El Bashait, e a outra é mais íngreme e direta, Siket Sayidna Musa, que é composta por 3750 “passos de penitência” na ravina atrás do mosteiro. No cume da montanha, há uma mesquita ainda usada pelos muçulmanos, bem como uma capela grega-ortodoxa construída em 1934 sobre as ruínas de uma igreja do século XVI. A capela abriga a rocha que é considerada a fonte para as tábuas de pedra bíblicas. Na cimeira também está a “Caverna de Moisés”, onde Moisés teria supostamente esperado para receber os Dez Mandamentos.

 

Além de sua importância histórica e religiosa, o Mosteiro de Santa Catarina também é um lugar de beleza natural, com vistas deslumbrantes da Península do Sinai e sua fauna e flora únicas. O mosteiro é administrado por monges ortodoxos cristãos e conta com a segunda maior coleção de pinturas e pergaminhos do mundo, depois do Vaticano.

 

Em resumo, o Mosteiro de Santa Catarina é um local de grande importância histórica e religiosa, além de ser um Patrimônio Mundial da UNESCO. Ele é conhecido por ser o mais antigo mosteiro cristão em funcionamento no mundo e por abrigar uma importante coleção de manuscritos, incluindo um roteiro desconhecido dos caucasianos-albaneses. Além disso, o Mosteiro oferece belas vistas da Península do Sinai e é um lugar para se conectar com a história, arte e fé.

 

O Monte Sinai na Bíblia

De acordo com o livro do Êxodo, Moisés fica no topo da montanha por 40 dias e 40 noites, durante os quais recebe instruções de Deus sobre como guiar o povo de Israel e como construir o Tabernáculo, que seria o local de adoração do povo de Israel no deserto e habitação de Deus no meio de seu povo.

 

Enquanto Moisés estava no monte, o povo de Israel começa a se rebelar e a fazer um bezerro de ouro para adorar. Quando Moisés desce da montanha e vê isso, ele fica furioso e quebra as Tábuas da Lei. Ele volta a subir a montanha para receber novas tábuas e continuar as instruções de Deus.

 

Ao descer novamente, Moisés traz as novas tábuas e passa a liderar o povo de Israel no cumprimento dos mandamentos de Deus e na construção do Tabernáculo. A história de Moisés no Monte Sinai é considerada um marco fundamental na história da relação entre Deus e o povo de Israel.

 

Lições do monte Sinai 

A Bíblia comentada com Rodrigo Silva 

Se você deseja se aprofundar no estudo e compreensão da Palavra de Deus, eu posso te ajudar a alcançar esse objetivo através do meu curso “A Bíblia Comentada“. Neste curso, você terá acesso a aulas semanais ministradas por mim, onde poderá aprender sobre o contexto histórico e literário da Bíblia e como aplicá-la em sua vida. Além disso, a plataforma conta com aulas gravadas disponíveis, utilizando uma metodologia desenvolvida por mim, para ajudá-lo a crescer espiritualmente e em conhecimento, de modo que você possa não apenas compreender, mas também compartilhar sua fé com confiança.

 

Aprenda mais sobre a Bíblia

Por aqui, não há limites para se aprofundar nas Escrituras Sagradas. Inscreva-se abaixo para receber conteúdos sobre a Bíblia, a Arqueologia e muito mais.

2 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ CONTEÚDO
andré
Dúvidas Bíblicas
Equipe Rodrigo Silva
Quem foi André, o apóstolo

André, muitas vezes ofuscado por seu irmão mais famoso Pedro, ocupa um lugar único e significativo nos primeiros dias do Cristianismo.    Conhecido como o

Ler mais »
apocalipse
Devocional
Equipe Rodrigo Silva
O Significado de Apocalipse 16

Apocalipse, o último livro da Bíblia, está repleto de visões e profecias que têm intrigado e inspirado cristãos por séculos. Um dos trechos mais comentados

Ler mais »
cafarnaum
Arqueologia Bíblica
Equipe Rodrigo Silva
Cafarnaum: O Endereço de Jesus

No início de Seu ministério público, Jesus fez uma mudança significativa em sua residência, deixando Nazaré para viver em Cafarnaum. Essa transição é marcada pelo

Ler mais »
muralhas de jericó
Arqueologia Bíblica
Equipe Rodrigo Silva
As Muralhas de Jericó

Você já ouviu falar sobre as lendárias Muralhas de Jericó? Esse sítio arqueológico, envolto em mistério e debate, serve como um fascinante ponto de encontro

Ler mais »
sidom
Arqueologia Bíblica
Equipe Rodrigo Silva
A trágica história de Sidom

Sidom, um nome sinônimo de força e fortaleza, possui um passado marcante que se entrelaça com o tecido das antigas profecias e as lutas políticas

Ler mais »