Como o mundo foi criado?

Por <b>Rodrigo Silva</b>

Por Rodrigo Silva

Arqueólogo

Existem pensamentos diversos com relação a criação do mundo. Modelos e propostas visam esclarecer uma dúvida que permeia a mente de muitos até hoje. Alguns escolhem se apoiar na teoria evolucionista, em que o processo de formação do mundo se deu por milhares de anos, outros no design inteligente, acreditando que um ser supremo criou a Terra e logo depois foi embora, a deixando por si só no vazio. 

 

Mesmo com a presença dessas teorias, o relato bíblico é bem claro quanto a criação do mundo, formado em seis dias e tendo o sétimo separado para o descanso e apreciação da obra divina. Com relação a esse modelo, Criacionista, podem surgir dúvidas, por isso, nesse texto, vamos abordar os dias da criação em seus detalhes, para que você entenda claramente como foi a criação do mundo.

 

A natureza nos dá pistas sobre a criação. Foto: Freepik

A luz e as trevas – Gênesis 1:1-5

O relato de Gênesis 1 começa bem no princípio, quando Deus criou o céu e a terra. Mas até certo ponto ela estava sem forma e vazia. É nesse contexto que Deus dá a primeira ordem: “E disse Deus: Haja luz; e houve luz”. Após a criação da luz foi feita a sua separação das trevas, dessa forma, Deus chamou à luz de Dia e as trevas de Noite. 

 

Separação entre águas e águas – Gênesis 1:6-8

No segundo dia, Deus ordenou que houvesse uma expansão no meio das águas, existindo uma separação entre águas e águas. As águas foram divididas igualmente na parte de cima e na parte debaixo. Deus colocou o nome de Céus nessa expansão.   

 

Terra seca – Gênesis 1:9-13

A porção de terra seca surgiu no terceiro dia, quando Deus ordenou que a água que estava debaixo do céu se juntasse em um lugar só, para que a terra pudesse aparecer. Além da criação da porção seca, nesse mesmo dia foi criada a vegetação, as árvores, flores, “todo o tipo de vegetais: plantas que dão sementes e árvores que dão frutas”.

 

Luzeiros e astros – Gênesis 1:14-19

No quarto dia, Deus fez dois grandes luminares, um maior para governar o dia, sendo esse o Sol, e um menor para governar a noite, a Lua. Além dos grandes astros Deus fez as estrelas e as colocou no céu para que iluminassem também a noite. As luzes dos astros serviriam para separar o dia e a noite, além de marcar os dias, os anos e as estações. 

 

Animais aquáticos e aves – Gênesis 1:20-23

A ordem dada ao quinto dia foi para que as águas ficassem cheias de todo o tipo de seres vivos: “Deus criou os grandes animais do mar, e todas as espécies de seres vivos que em grande quantidade se movem nas águas”.  Além disso, nesse mesmo dia, foram criadas todas as espécies de aves conforme a sua espécie, abençoando e ordenando, tanto aos animais marinhos quanto às aves, para que se multiplicassem e enchessem as águas e a terra. 

 

Animais terrestres e o homem – Gênesis 1: 23-31

No sexto dia Deus criou todos os tipos de animais terrestres: “domésticos, selvagens e os que se arrastam pelo chão, cada um de acordo com a sua espécie”. Para todos os animais terrestres Deus deu o capim e as verduras como alimento. Mas o dia ainda não estava completo, Deus criou também o homem, a sua imagem e semelhança.

 

Diferentemente das outras obras de sua criação, Ele não apenas ordenou que o homem viesse a existir. O homem foi criado do pó da terra e moldado pelas mãos do próprio Deus, e após o molde estar pronto, Ele soprou o fôlego de vida, e assim o homem passou a existir.  Depois a mulher foi criada, a partir da costela do homem, porque Deus viu que não era bom que o homem estivesse só, e fez uma companheira para partilhar da vida. Deus deu ao ser humano a ordem de cuidar de toda a criação, domínio sobre a mesma, de crescer e multiplicar. Esse foi o fim do sexto dia. 

 

Descanso e santificação – Gênesis 2:1-4

Ao terminar sua obra, Deus observou toda a sua criação e viu que ela era boa. Por isso, ao sétimo dia Ele descansou, mas, muito mais que isso, Ele também santificou, abençoou e separou o sétimo dia como um dia sagrado, pois foi nesse dia que todas as coisas foram terminadas. 

 

Foi assim que os céus e a terra foram criados. O mundo foi formado em uma semana, através da voz de um Deus que se preocupou em criar o ser humano a sua imagem e semelhança. 

 

O sétimo dia foi separado para apreciação da obra divina. Foto: Freepik

A Bíblia Comentada com Rodrigo Silva

Se você tem interesse em saber mais sobre a criação e sobre a Bíblia, se aprofundando em diversos temas para crescer na fé ou por curiosidade, no curso A Bíblia Comentada com o Pastor Doutor Rodrigo Silva, você terá essa oportunidade de uma forma única. 

 

Para saber mais sobre o curso e aprender com Rodrigo Silva de onde estiver, basta clicar em saiba mais.

 

Aprenda mais sobre a Bíblia

Por aqui, não há limites para se aprofundar nas Escrituras Sagradas. Inscreva-se abaixo para receber conteúdos sobre a Bíblia, a Arqueologia e muito mais.

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ CONTEÚDO
fé e tolerância
Dúvidas Bíblicas
Equipe Rodrigo Silva
Equilibrando fé e tolerância

Hoje estou aqui para compartilhar algo que tem me movido profundamente nos últimos tempos e que gostaria de discutir com todos vocês. Vamos falar sobre

Ler mais »
templo de Jerusalém
Arqueologia Bíblica
Equipe Rodrigo Silva
O Templo de Jerusalém

Do Monte das Oliveiras, a visão do pátio do templo repleto de pessoas em atividade era impressionante para Jesus. Apesar das ações do povo no

Ler mais »
língua
Arqueologia Bíblica
Equipe Rodrigo Silva
Que língua falava Jesus?

Muitas pessoas têm se perguntado ao longo dos séculos: que língua Jesus falava? Seria grego, hebraico, aramaico, latim? Essa questão tem gerado debates e curiosidades

Ler mais »
adão
Arqueologia Bíblica
Equipe Rodrigo Silva
Adão realmente existiu?

A história de Adão, conforme descrita na Bíblia, pode parecer um tanto estranha ao senso comum. Afinal, não vemos nada no mundo real que lembre

Ler mais »
local do julgamento de jesus
Arqueologia Bíblica
Equipe Rodrigo Silva
O local do julgamento de Jesus

No vídeo de hoje, Rodrigo Silva e Aline Szewkies mostram um achado arqueológico revolucionário em Jerusalém – o local onde Jesus provavelmente foi julgado diante

Ler mais »