As joias de 2700 anos atrás

Por <b>Rodrigo Silva</b>

Por Rodrigo Silva

Arqueólogo

Como as pessoas se vestiam nos tempos Bíblicos? O Museu de Arqueologia Bíblica apresenta artefatos que podem ajudar a responder essa pergunta! Conheça um deles neste texto.

joias
Joias, encontradas em escavações arqueológicas, do Museu de Arqueologia Bíblica. | Imagem: Acervo do MAB

Materiais e histórias

 

Nos tempos da Bíblia as joias eram diferentes das que estamos acostumados a ver hoje em dia, mas não tanto assim. O conjunto que o MAB apresenta conta com algumas argolas, de diferentes tamanhos, feitas de materiais como ferro, bronze e outros, que poderiam ser usadas como algum tipo de pulseira ou para outro fim.

 

Em Gênesis 24:22 é possível encontrar uma referência direta as joias da época: “E aconteceu que, acabando os camelos de beber, tomou o homem um pendente de ouro de meio siclo de peso, e duas pulseiras para as suas mãos, do peso de dez siclos de ouro”. Esta passagem conta a história do servo de Abraão que partiu para buscar uma esposa para Isaque. 

 

Nesse ponto ele encontra Rebeca, que se tornaria esposa de Isaque, e oferece para ela pendentes de ouro. O modo como ele deu as jóias para ela já era um indicativo de que ele estava representando os interesses patrimoniais de outra família.

 

INSCREVA-SE NO EVENTO UMA NOITE NO MUSEU CLICANDO AQUI

Significados das joias 

 

No Oriente Médio, nos tempos antigos e até hoje, o casamento na grande maioria das vezes é na verdade um acordo entre duas famílias, e não entre um homem e uma mulher. Por isso, são enviados representantes para negociar esses acordos, como no caso do servo de Abraão.  As joias, nesse caso, serviram como um emblema para um acordo nupcial. 

 

Existe uma diferenciação entre o uso de joias por mulheres em homens. Por exemplo, quando as mulheres usavam as argolas no nariz, poderia ser considerado vaidade, mas quando um homem usava da mesma forma, era uma maneira de desonrá-lo. 

 

Quando o homem era capturado em uma guerra e se tornava escravo, ele passava por esse processo e era puxado por essa argola no nariz. A passagem de 2 Crônicas 33:11 fala sobre o rei Manassés que sofreu essa pena: “Por isso, o Senhor enviou contra eles os comandantes do do exército do rei da Assíria, os quais prenderam Manassés, colocaram-lhe um gancho no nariz e algemas de bronze e o levaram para Babilônia”. 

 

O interesse na cultura

 

Quando vamos ao livro de Ezequiel encontramos Deus se colocando na posição de noivo interessado em desposar Israel, e Ele leva as joias para ela, assim como o servo de Abraão. “Adornei-a com joias, pus braceletes em seus braços e uma gargantilha em torno do seu pescoço; dei a você um pendente, pus brincos em suas orelhas e uma linda coroa em sua cabeça”, Ezequiel 16:11.

 

Deus usa o gesto cultural da época para passar a mensagem de que Ele queria ser o esposo de Israel, no sentido de ser o único Deus e mantenedor do povo. Essa mesma figura de linguagem pode ser encontrada no Apocalipse, quando Deus vai mais uma vez em busca de sua esposa, que assume o papel da igreja, no livro. 

 

As joias nos ajudam a entender como as transações sociais funcionam na época bíblica, por isso é tão importante buscarmos formas diferentes de nos aprofundar na palavra de Deus, a fim de entender seu texto e contexto de forma inteira e completa. 

 

Aprofunde-se também nos detalhes desse objeto ao visitar o Museu de Arqueologia Bíblica! Mas, enquanto isso não é possível, veja o vídeo abaixo e saiba mais sobre as joias de mais de 2700 anos.

 

Aprenda mais sobre a Bíblia

Por aqui, não há limites para se aprofundar nas Escrituras Sagradas. Inscreva-se abaixo para receber conteúdos sobre a Bíblia, a Arqueologia e muito mais.

5 respostas

  1. Desde de minha conversão, em 2015 apenas, eu conheci seus vídeos no You tube desde então não paro de me interessar vc realmente tem um dom de sabedoria e conhecimento extraordinário dos Altos céus

  2. Ser aluna do curso “A Bíblia comentada com Rodrigo Silva” não é apenas um privilégio mas uma grande e excelente oportunidade de conhecer mais de perto o Deus que me criou.
    Tive a oportunidade de visitar o MAB. Quantas emoções.!
    Abraço fraternalmente meu irmão Rodrigo Silva e toda a sua Equipe. Parabenizo a todos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ CONTEÚDO
pai nosso
Devocional
Equipe Rodrigo Silva
A Oração do Pai Nosso

A oração do Pai Nosso talvez seja uma das passagens mais repetidas da Bíblia. Encontrada no livro de Mateus 6:9-13, sua importância vai além de

Ler mais »
muralhas de jericó
Arqueologia Bíblica
Equipe Rodrigo Silva
As Muralhas de Jericó

Você já ouviu falar sobre as lendárias Muralhas de Jericó? Esse sítio arqueológico, envolto em mistério e debate, serve como um fascinante ponto de encontro

Ler mais »
adão
Arqueologia Bíblica
Equipe Rodrigo Silva
Adão realmente existiu?

A história de Adão, conforme descrita na Bíblia, pode parecer um tanto estranha ao senso comum. Afinal, não vemos nada no mundo real que lembre

Ler mais »
débora
Devocional
Equipe Rodrigo Silva
Débora: uma juíza na Bíblia

Existem muitas mulheres fortes e exemplares na Bíblia. Nesse texto vamos explorar a história de Débora, uma juíza corajosa e inspiradora mencionada no livro de

Ler mais »
lei
Devocional
Equipe Rodrigo Silva
O principal mandamento da Lei

Nos Evangelhos, há um momento crucial em que um doutor da lei se aproxima de Jesus com uma pergunta desafiadora: “Qual é o principal mandamento

Ler mais »