A redescoberta de Belsazar

Por <b>Rodrigo Silva</b>

Por Rodrigo Silva

Arqueólogo

A história da redescoberta de Belsazar é um dos capítulos mais fascinantes e surpreendentes da arqueologia bíblica. Durante anos, a existência de Belsazar foi contestada por muitos estudiosos, já que não havia menções a ele nas listas monárquicas babilônicas. No entanto, descobertas arqueológicas revolucionaram essa visão, provando que a Bíblia estava certa o tempo todo.

belsazar

Um enigma histórico

 

Por muitos anos, os céticos tinham razão ao questionar a existência de Belsazar. As listas monárquicas da Babilônia, registradas por historiadores como Beroso e Ptolomeu, nunca mencionaram um rei com esse nome. Além disso, escritores antigos como Xenofonte e Heródoto não especificaram quem era o rei de Babilônia durante a queda da cidade para os medo-persas.

 

Em 1861, a situação começou a mudar quando o assiriólogo W.H.F. Talbot publicou a tradução de um tablete cuneiforme chamado “Oração de Nabonido”. Esse tablete, descoberto por H.C. Rawlinson no Museu Britânico, mencionava o nome Bel-shar-usur, ou Belsazar, como o filho primogênito de Nabonido. Isso foi uma descoberta monumental, pois finalmente havia uma evidência arqueológica do nome Belsazar.

 

A genealogia

 

Um ponto de controvérsia era a referência bíblica de Belsazar como “filho de Nabucodonosor”. No entanto, era comum na antiguidade que qualquer sucessor ao trono fosse chamado de “filho” do rei mais brilhante da genealogia, mesmo que não houvesse relação sanguínea direta. Jesus, por exemplo, foi chamado de “Filho de Davi”, embora Davi fosse um ancestral distante.

 

O papel de Belsazar

 

A confirmação de Belsazar como um personagem histórico não parou na identificação de seu nome. Theophilus G. Pinches, em 1882, encontrou uma passagem nas “Crônicas de Nabonido” que descrevia Belsazar assumindo responsabilidades reais enquanto Nabonido estava ausente. 

 

Essas crônicas mencionavam que Nabonido confiou o país e o exército a seu filho, uma indicação clara de que Belsazar tinha um papel significativo, embora não fosse oficialmente o rei.

 

Belsazar e a queda de Babilônia

 

As “Crônicas Babilônicas” também confirmam que não era Nabonido quem estava no comando de Babilônia durante o ataque dos medo-persas. O relato bíblico de Daniel 5 narra que Belsazar estava no comando durante a fatídica noite em que a cidade foi invadida. 

 

O famoso “Cilindro de Ciro” corrobora que os exércitos de Ciro entraram na cidade sem resistência, alinhando-se com a narrativa de que todos estavam distraídos em uma grande festa.

 

 

A evidência culminante veio com a tradução de Pinches, que relatou que Gobryas (possivelmente Dario) matou o “filho do rei” na mesma noite em que Babilônia caiu. Isso se alinha perfeitamente com a narrativa bíblica de que Belsazar foi morto naquela noite. 

O papel da Arqueologia

 

A redescoberta de Belsazar é uma prova de como a arqueologia pode iluminar e confirmar narrativas históricas antigas. Essa história não só valida a precisão bíblica, mas também nos lembra da complexidade e riqueza da história humana. 

 

Continuamos a aprender e descobrir mais à medida que novas evidências vêm à tona, pintando um quadro mais claro de nosso passado.

 

Continue aprendendo

 

Você se interessa por Arqueologia Bíblica? Temos um livro voltado inteiramente para essa temática, com uma linguagem prática e simples para uma introdução efetiva. 

Clique aqui e conheça o livro Escavando a verdade!

 

Assista ao vídeo e saiba mais sobre essa descoberta.

Aprenda mais sobre a Bíblia

Por aqui, não há limites para se aprofundar nas Escrituras Sagradas. Inscreva-se abaixo para receber conteúdos sobre a Bíblia, a Arqueologia e muito mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ CONTEÚDO
oração
Devocional
Equipe Rodrigo Silva
Jesus e a oração

A chamada Oração do Senhor, também conhecida como Pai Nosso, é um dos ensinamentos mais fundamentais do cristianismo. Nos Evangelhos, encontramos duas versões dessa oração,

Ler mais »
casa de pedro
Arqueologia Bíblica
Equipe Rodrigo Silva
A Casa de Pedro

A história da casa de Pedro é uma jornada fascinante que nos leva às raízes do cristianismo e revela como um local simples se tornou

Ler mais »
egito
Arqueologia Bíblica
Equipe Rodrigo Silva
A Bíblia e o Antigo Egito

Estamos de volta para o nosso bate-papo semanal sobre Bíblia, teologia, religião e arqueologia. Hoje, tenho um tema muito interessante para tratar com vocês: a

Ler mais »
judeia
Arqueologia Bíblica
Equipe Rodrigo Silva
Como Roma invadiu a Judeia?

Em 63 a.C., Roma invadiu Israel e dominou Jerusalém, lançando o povo judeu em uma era de incertezas e revoltas constantes. Neste artigo, exploraremos o

Ler mais »
esdras
Dúvidas Bíblicas
Equipe Rodrigo Silva
Quem foi Esdras?

Esdras é uma figura emblemática na história judaica, conhecido por seu papel como escriba e sacerdote durante o período crítico após o retorno dos judeus

Ler mais »