A Profissão de José e Jesus

Por <b>Rodrigo Silva</b>

Por Rodrigo Silva

Arqueólogo

Todos conhecem a história de Jesus e seu pai trabalhando como carpinteiros, conforme revelado na Bíblia (Mt 13.55 e Mc 6.3). 

 

No entanto, o termo grego tekton, usado para descrever a ocupação de Jesus, vai além da simples ideia de um fazedor de móveis. Este termo indica alguém envolvido na arte da construção, sugerindo que Jesus e seu pai poderiam ser construtores de casas.

profissão
O ofício de José tinha grande relevância | Imagem: Bing Create

O Contexto Histórico e Geográfico

 

Ao explorarmos o contexto histórico da época, descobrimos que a morte de Herodes, o Grande, abriu caminho para seu filho Agripa assumir o governo. Agripa, diferentemente de seu irmão em Jerusalém, mostrou-se um administrador competente. Herdando a habilidade de construir cidades de seu pai, Agripa decidiu reconstruir ao norte da região, a cerca de 6 km de Nazaré, a nova capital da Galileia, chamada Séforis, atualmente conhecida como Moshav Zippori.

 

A construção da metrópole demandou uma grande quantidade de mão de obra e levou cerca de 24 anos para ser concluída. Este período viu um aumento significativo na demanda por carpinteiros e artesãos, possivelmente influenciando o retorno de José a Nazaré, apesar das dificuldades que sua esposa enfrentaria devido ao nascimento misterioso de Jesus.

 

Possíveis Conexões 

 

A falecida arqueóloga Shirley Jacson sugeriu em 1926 que Jesus poderia ter sido um dos trabalhadores braçais envolvidos na construção de Séforis. Esta cidade, habitada principalmente por judeus, foi a residência oficial de Agripa e a capital da Galileia até ser substituída pela Tiberíades romana.

 

Durante seu auge, Séforis foi descrita por Josefo como “o grande ornamento da Galileia”. Hoje, os visitantes podem ver as ruínas de um enorme anfiteatro romano, cuja construção pode remontar à primeira metade do século I. É fascinante considerar que as mãos de Jesus de Nazaré possam ter contribuído para erguer este monumento duradouro.

 

Por que entender o contexto?

 

Ao explorar o ofício de José como carpinteiro e considerar o contexto histórico e geográfico da época, somos levados a uma compreensão mais profunda do ambiente em que Jesus cresceu. Essas reflexões nos permitem vislumbrar possíveis conexões entre a vida de Jesus e eventos significativos da história da Galileia, como a construção de Séforis.

 

Evangelhos

 

A história de Jesus nesta terra é relatada nos livros dos Evangelhos. Seu ministério serve de inspiração para todos nós.

 

Muito em breve lançaremos as aulas de Mateus, Marcos, Lucas e João, no curso A Bíblia Comentada!

 

Clique aqui e se torne um aluno.

Aprenda mais sobre a Bíblia

Por aqui, não há limites para se aprofundar nas Escrituras Sagradas. Inscreva-se abaixo para receber conteúdos sobre a Bíblia, a Arqueologia e muito mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

+ CONTEÚDO
sinagoga
Arqueologia Bíblica
Equipe Rodrigo Silva
A Sinagoga onde Jesus Pregou

A história da sinagoga onde Jesus pregou é fascinante e cheia de descobertas arqueológicas emocionantes. Vamos explorar mais sobre esse local sagrado que desempenhou um

Ler mais »
muralhas de jericó
Arqueologia Bíblica
Equipe Rodrigo Silva
As Muralhas de Jericó

Você já ouviu falar sobre as lendárias Muralhas de Jericó? Esse sítio arqueológico, envolto em mistério e debate, serve como um fascinante ponto de encontro

Ler mais »
festa da colheita
Arqueologia Bíblica
Equipe Rodrigo Silva
A Festa da Colheita

A Festa da Colheita, também conhecida como Festa das Semanas ou Pentecostes, é uma das festas mais importantes do calendário religioso judaico.    Instituída por

Ler mais »
lei
Devocional
Equipe Rodrigo Silva
O principal mandamento da Lei

Nos Evangelhos, há um momento crucial em que um doutor da lei se aproxima de Jesus com uma pergunta desafiadora: “Qual é o principal mandamento

Ler mais »